Dor de cabeça: como tratar com um especialista em dor?

 em Matérias

Chamada na linguagem médica de cefaleia, a dor de cabeça é uma condição que pode ser incapacitante e que afeta milhões de brasileiros, de acordo com a Sociedade Brasileira de Cefaleia. A enxaqueca, por exemplo, é a mais comum das doenças neurológicas, acometendo 1 a cada 7 pessoas em todo o mundo.

A enxaqueca é subestimada, subdiagnosticada e subtratada.

Os tipos de dor têm intensidade, duração e frequência variadas, e o tratamento com um especialista em dor pode ser uma oportunidade única de não apenas combater a dor enquanto ela acontece, como também de promover mudanças no estilo de vida e nos hábitos individuais que impedem o retorno da dor de cabeça e diminuem o impacto que ela tem no cotidiano do paciente.

Existem diferentes tipos de dor de cabeça, com diferentes causas, por isso é sempre importante um diagnóstico adequado e avaliação detalhada, pois os sintomas são muito semelhantes entre si. Vamos abordar: a cefaleia cervicogênica, a cefaleia por tumor cerebral e cefaleias primárias. A seguir, saiba mais sobre esses tipos de dor de cabeça:

 

Cefaleia cervicogênica

A cefaleia cervicogênica pode ser definida como uma dor de cabeça que tem origem nas estruturas da coluna cervical, ou seja, no pescoço.

Além da dor de cabeça que é sentida geralmente na base do crânio, o paciente que apresenta a cefaleia cervicogênica pode sentir dor e tensão nos músculos do pescoço e ombros, vertigem, dor na face, dor no fundo do olho e até mesmo alterações no campo visual.

A cefaleia cervicogênica, na maioria das vezes, ocorre como resultado de bandas tensas musculares crônicas, que às vezes podem estar relacionadas a condições que afetam a coluna cervical, como a hérnia de disco, a artrose, entre outras patologias.

Com o médico especialista em dor, os tratamentos são oferecidos para a cefaleia cervicogênica após o diagnóstico da condição que causa a dor. Os tratamentos podem ser  desde uma orientação de um planejamento de exercícios e ajustes nas tarefas do dia a dia até procedimentos como a infiltração muscular para cefaleia cervicogênica, o agulhamento seco até aplicação de toxina botulínica e, quando há necessidade, avaliação conjunta do médico fisiatra com o neurocirurgião.

Nos tratamentos fisiátricos, é realizada a infiltração com agente anestésico ou agulhamento profundo nos músculos acometidos (agulhamento seco dos pontos-gatilho) que desencadeiam a cefaleia cervicogênica, ou aplicação de toxina botulínica quando indicada.

Para que se tenha sucesso no tratamento, é preciso avaliar com um especialista em dor. No Espaço Sinestesia, o tratamento da cefaleia cervicogênica é feito pelo médico fisiatra, o Dr. Diego Toledo, e tratamentos neurocirúrgicos pelo neurocirurgião, Dr. Iuri Neville.

 

Tumor cerebral

Os tumores são definidos como um crescimento demasiadamente acelerado de um conjunto de células anormais. No caso de um tumor cerebral, esse crescimento acontece no cérebro e pode resultar em dores de cabeça muito fortes, além de outros sintomas diversos.

O tumor cerebral pode surgir em diferentes pontos do cérebro e também requerer tratamentos que incluem a radioterapia e a quimioterapia.

Em alguns casos, a cirurgia de remoção do tumor cerebral, que pode ser realizada pelos especialistas do Espaço Sinestesia, fazem parte do tratamento deste tipo de dor de cabeça. O tratamento do tumor cerebral é feito pelo neurocirurgião, o Dr. Iuri Neville.

Saiba mais sobre tumor cerebral aqui.

 

Cefaleias primárias

As cefaleias primárias são, de modo geral, dores de cabeça que não possuem uma origem relacionada a outras doenças ou condições médicas. Essa categoria de cefaleia engloba, por exemplo, as enxaquecas e a dor de cabeça tensional.

Ainda que não sejam relacionadas a nenhuma condição médica específica, as cefaleias primárias podem causar um grande incômodo e impedir o paciente de realizar suas atividades do cotidiano.

É o caso, por exemplo, da enxaqueca crônica. Além da dor de cabeça que é pulsátil e que pode afetar um único lado ou os dois polos da cabeça, a enxaqueca também resulta em náuseas e enjoo, além de sensibilidade à luz, som e até mesmo odores, que a fazem se tornar mais forte.

Para tratar a enxaqueca crônica, os profissionais do Espaço Sinestesia fazem uso da toxina botulínica, quando necessário, após o tratamento de mudanças no estilo de vida e tratamento medicamentoso . Essa toxina é aplicada em diferentes pontos da cabeça, dos ombros e do pescoço do paciente, do modo como já é preconizado para tratamento da enxaqueca crônica..

No Espaço Sinestesia, o tratamento das cefaleias primárias é conduzido pela médica neurologista, a Dra. Irina Raicher

 

O tratamento com o especialista em dor

No Espaço Sinestesia, médicos neurologistas, fisiatras especializados em dor e neurocirurgiões trabalham em conjunto para oferecer ao paciente um cuidado integral e personalizado, promovendo sua qualidade de vida. O tratamento pode incluir medicamentos, fisioterapia, psicoterapia, acupuntura, orientação nutricional, entre outros.

Aqui, a dor de cabeça é tratada em todos os seus aspectos construtivos. São analisados todos os componentes causadores da condição, como a dor miofascial, que afeta os músculos e os tecidos moles e pode resultar na dor de cabeça, mas também são observados outros pontos, como a rotina do paciente, sua qualidade do sono e até mesmo como está sua alimentação.

O Espaço Sinestesia conta com médico fisiatra, o Dr. Diego Toledo, médica neurologista, a Dra. Irina Raicher, e neurocirurgião, o Dr. Iuri Neville, que podem realizar um acompanhamento mais específico, que não só aborda todas as vertentes da dor de cabeça, como também busca encontrar motivos para ela e resolver suas causas.

Entre em contato com o Espaço Sinestesia para agendar sua consulta com os especialistas em dor que compõem nosso time.

Compartilhe

Posts Recentes

Deixe uma resposta

WhatsApp chat