Dor no pescoço nem sempre é torcicolo: saiba mais sobre a cervicobraquialgia

 em Outros

Se você se queixa de estresseansiedade e sintomas como dores de cabeça, fraqueza e dificuldade para segurar objetos que te incomodam no dia a dia, você pode estar sofrendo de um distúrbio cada vez mais comum: a cervicobraquialgia.  Dor que acomete a região cervical, a cintura escapular e os membros superiores, a cervicobraquialgia pode ocorrer devido a uma compressão da raiz nervosa presente na coluna vertebral.

Condição bastante comum mundialmente, na cervicobraquialgia há o aparecimento de dor na região do pescoço, que se estende até os braços e mãos. Movimentos repetitivos de membros superiores podem agravar a situação. Em casos mais graves, o problema pode se tornar incapacitante caso o paciente não receba tratamento adequado.

Problemas variados, como hérnias de disco e artroses, podem estar entre as principais causas da cervicobraquialgia. Questões emocionais, como transtornos psicológicos, estresse crônico, crises familiares e no trabalho também são motivos recorrentes da doença.

Veja também:

Sintomas e tratamentos

Além de acometer as regiões do pescoço, braços e mãos, o paciente também pode sentir perda de força e limitação dos movimentos dos membros afetados, incluindo a restrição dos movimentos da coluna cervical. Sensibilidade excessiva, sensação de frio ou de calor intenso e cãibras frequentes também estão entre os sintomas relatados.

O tratamento da cervicobraquialgia inclui uso de medicações e mudança de hábitos, com a prática orientada de exercícios físicos e técnicas de relaxamento, que promovem uma melhoria progressiva e gradual dos sintomas. Evitar situações que causem estresse e ansiedade são atitudes que previnem ou mesmo diminuem a dor e auxiliam o tratamento.

Ao perceber os sintomas, procure um fisiatra para avaliar as causas da dor e indicar o tratamento adequado. Em casos mais graves da cervicobraquialgia, a atuação de um neurocirurgião pode ser importante para avaliar a possibilidade de procedimento cirúrgico.

Entre em contato  com o Dr. Diego Toledo, médico fisiatra do Espaço Sinestesia e agende a sua consulta.

Autoria:

Dr. Diego Toledo CRM – SP 118.173

 

 

Compartilhe

Posts Recentes

Deixe uma resposta

WhatsApp chat